Iniciadas obras de ampliação do Canal de Nova Avanhandava, na Hidrovia Tietê-Paraná | Infraestrutura Urbana

Transporte

Notícias

Iniciadas obras de ampliação do Canal de Nova Avanhandava, na Hidrovia Tietê-Paraná

Serviço vai retirar mais de 700 mil metros cúbicos de rochas, acrescentando 2,4 metros de profundidade em um trecho de cerca de 10 km

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
1/Março/2017

O Governo Federal e o Governo de São Paulo iniciaram na última quinta-feira (23) a ampliação e assoreamento do Canal de Nova Avanhandava, localizada no município de Buritama, interior do estado paulista. Executada pelo consórcio Queiroz Galvão/Cetenco, a obra possui investimento de mais de R$ 203 milhões e conclusão prevista para o segundo semestre de 2019.

O serviço vai retirar mais de 700 mil metros cúbicos de rochas, acrescentando 2,4 metros de profundidade em um trecho de cerca de 10 km que vai da Hidrovia Tietê-Paraná até a jusante da Usina de Três Irmãos, no município paulista de Pereira Barreto. Assim a capacidade de transporte que hoje está em 8,7 milhões de toneladas passará para aproximadamente de 10 milhões de toneladas de insumos.

As obras vão beneficiar a população dos estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul que utilizam as hidrovias como meio de transporte e também fornecerá mais de 1,400 postos de trabalhos. "O derrocamento proporcionará a ampliação do período de navegação pela hidrovia, permitindo que, durante todo o ano, mesmo em períodos de baixa incidência de chuvas, as embarcações transportem as cargas ao longo deste trecho", disse Maurício Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Do valor investido, R$ 181,5 milhões deriva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal e R$ 21,5 milhões do governo estadual. O trecho da Hidrovia Tietê-Paraná no Estado de São Paulo é dirigido pelo Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH), vinculado à Secretaria de Logística e Transporte.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos