Governo do Rio de Janeiro lança Atlas Solar para estimular energia solar fotovoltaica e heliotérmica | Infraestrutura Urbana

Energia

Notícias

Governo do Rio de Janeiro lança Atlas Solar para estimular energia solar fotovoltaica e heliotérmica

Publicação traz regiões com maior e menor incidência solar no estado e sua capacidade de geração de energia

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
24/Abril/2017
Pixabay

Um estudo desenvolvido pelo Governo do Rio de Janeiro em conjunto com a EDF Norte Fluminense, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e a EGPEnergia deu origem a um Atlas Solar, a fim de promover o investimento em energia solar fotovoltaica e heliotérmica no estado.

A publicação faz parte das medidas do governo de planejamento de políticas públicas energéticas e será referência para um maior aproveitamento do potencial solar do estado e estimular a implementação de sistemas fotovoltaicos e de aquecimento solar de água em pequena e média escala.

O enfoque do estudo foi analisar dados de incidência solar, onde foi registrado que o estado do Rio possui irradiação solar global anual entre os valores de 1.460 a 2.010 kWh/m². O maior potencial para produção de energia solar fotovoltaica no estado está na região dos Lagos e Litoral Sul. A área com menor capacidade de geração solar é a Região Serrana e que ainda assim permite viabilidade econômica com a implantação de sistema fotovoltaico.

A publicação está disponível para download no site do Atlas Solar, onde também é possível acessar um simulador que prevê tamanho do painel fotovoltaico, capacidade de geração e prazo de retorno de investimento.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos