Em acordo com a Andrade Gutierrez, Cade investiga cartel nas obras de cinco estádios da Copa do Mundo de 2014 | Infraestrutura Urbana

Equipamentos Públicos

Notícias

Em acordo com a Andrade Gutierrez, Cade investiga cartel nas obras de cinco estádios da Copa do Mundo de 2014

Entre eles, estão a Arena Pernambuco, em Recife, e o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
6/Dezembro/2016
Divulgação: Portal da Copa

A construtora Andrade Gutierrez firmou um acordo de leniência com a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), junto a executivos e ex-executivos da empresa. O contrato seria referente a um suposto cartel nas obras de construção civil destinadas à Copa do Mundo de 2014.

Com o acordo, os signatários admitem a sua participação no esquema e fornecem informações e documentos que colaborem com as investigações. Este é o sétimo acordo de leniência publicado pelo Cade em função da Operação Lava Jato, sendo o terceiro da Andrade Gutierrez.

Até agora, há indícios de que ao menos cinco certames da Copa do Mundo estão relacionados ao cartel. Entre eles, estão a Arena Pernambuco, em Recife (PE), e o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). O Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), também apresentou irregularidades, que não foram implementadas por desistência da construtora, após mudança da licitação para a modalidade de Parceria Público-Privada (PPP).

Os outros dois estádios relacionados estão sendo mantidos em sigilo, devido às investigações do Ministério Público.

As empresas inicialmente apontadas como participantes do suposto esquema são Andrade Gutierrez Engenharia S/A, Carioca Christiani Nielsen Engenharia S/A, Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A, Construtora OAS S/A, Construtora Queiroz Galvão S/A, Odebrecht Investimentos em Infraestrutura Ltda., e, pelo menos, 25 funcionários e ex-funcionários dessas empresas.

Os contratos entre as empresas teriam começado em outubro de 2007, data em que o Brasil foi definido como país sede da Copa do Mundo de 2014, até 2011, quando foram decididos todos os estádios em suas respectivas cidades-sede.

Outro lado

Procurada pela PINIweb, a Andrade Gutierrez divulgou uma nota em resposta ao ocorrido: "A Andrade Gutierrez informa que o acordo divulgado hoje pelo Cade está em linha com sua postura, desde o fechamento do acordo de leniência com o Ministério Público, de continuar colaborando com as investigações em curso. Além disso, a empresa afirma ainda que continuará realizando auditorias internas no intuito de esclarecer fatos do passado que possam ser do interesse da Justiça e dos órgãos competentes. A Andrade Gutierrez afirma ainda que acredita ser esse o melhor caminho para a construção de uma relação cada vez mais transparente entre os setores público e privado."

Destaques da Loja Pini
Aplicativos