Está em consulta pública novo Projeto de Intervenção Urbana da Avenida Rio Branco, em São Paulo | Infraestrutura Urbana

Urbanismo

Notícias

Está em consulta pública novo Projeto de Intervenção Urbana da Avenida Rio Branco, em São Paulo

Um de seus objetivos é o adensamento populacional da região, além da revitalização de uma área de 220 mil m²

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
18/Abril/2016

A Prefeitura de São Paulo colocou em consulta pública até 11 de maio o Projeto de Intervenção Urbana (PIU) da Avenida Rio Branco, na região central da cidade. A medida tem como objetivo o repovoamento da via e a aproximação entre emprego e moradia.

A intervenção deverá revitalizar mais de 220 mil m², desde o Largo do Paissandu até a avenida Duque de Caxias e a Praça Princesa Isabel. No projeto consta a construção de 1.200 unidades habitacionais, principalmente de interesse social e mercado popular, voltadas à população de baixa e média renda.

Pelo projeto, será incentivada a criação de edifícios residenciais com fachada ativa, hotéis de turismo e equipamentos culturais. Também será fomentada a reforma de construções antigas (retrofit) e a restauração do patrimônio histórico da região.

A promessa é de estimulação da abertura de praças e de passagens para pedestres no interior das quadras. Além disso, é de interesse a permanência da população que já reside na região e do comércio instalado no local.

Há o objetivo de equiparar a ocupação da região, esvaziada desde a década de 70, com a de bairros como Bela Vista, República e Liberdade, que chegam a ter 240 habitantes por hectare e 180 empregos por hectare.

Por meio de Parcerias Público-Privadas (PPPs), o PIU promete construir mais de 14 mil moradias populares com o governo estadual. Como resultados esperados, a viabilidade da transformação; o adensamento habitacional no perímetro; e o impacto na vizinhança, como maior segurança e maior utilização dos espaços públicos, por exemplo.

Em 14 quarteirões, foram identificados 15 imóveis abandonados, que podem passar por Parcelamento, Edificação e Utilização Compulsórios (PEUC).

Para acessar a consulta pública, clique aqui.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos